em estado de graça

cou... cou... (estou, estou)
e com um jeitinho macio
desliza em passos de anjo
com tudo o que se parecer com uma pequena caixa que cola ao ouvido
vira-se, e acompanha a expressão com a sua linguagem imitando as situações que vê no ecran dos dias, vistas de lá de baixo da sua altura e acima de todos os nossos melhores sonhos. eu embevecida tento acompanhar e solto-me descendo ao solo da paixão. amo-o tanto. chamo a isto um estado de graça e não quero acordar.
hoje teimei em expressar mas até temo não estar à altura de todo este estado de graça.
começa todas as frase com olha! e depois de uma pausa, exprime todas as opiniões que tentamos decifrar enquanto os sois desfilam, o ar perfuma-se de sul, harpas e quissanges exibem a sua expressão maior e enebriam todos os presentes.
se ficasse condenada a um não futuro sem sonhos já teria ganho uns quantos de bónus em momentos de sonho.
isto de ser avó babada é uma chatice de bom!

2 comentários:

Maria disse...

Sorrio-te. Porque é bom, mesmo...

Um beijo

Sereia disse...

Bom dia minha querida...
Vim te visitar e amei o seu blog...
Parabéns pelo bom gosto...
Um feliz Ano Novo regado de muita paz,amor e muitas conquistas para ti e para todos nós.
Um beijo grande.
Fica com Deus.